Corroios: 218 079 455 / 969 641 412 - Lisboa: 215 813 418 / 912 738 413 - geral@if-veterinarios.pt
Select Page
é um dono atento

Um bom dono

Adotar um animal de estimação é uma grande satisfação, mas envolve muita responsabilidade. Embora não haja nenhuma varinha mágica para ser um bom tutor, existem algumas recomendações que podem ser implementadas para que você dê o melhor para o seu animal de estimação, para que, além de se sentir o rei da casa, ele também perceba que você é o que de mais importante ele tem na vida.

Para ser um bom tutor, você deverá seguir alguns padrões:dar uma alimentação adequada e levá-lo a passear, levá-lo ao veterináriopara um check-up, tudo é relevante para que o seu amiguinho tenha uma vida saudávele de qualidade.

É por isso,  que compartilharemos alguns conselhos para você se tornar um bom dono para o seu cão.

Educá-lo e prestar atenção ao seu comportamento

O comportamento dos cães

Para que o seu cão tenha um bom comportamento e para você ser um bom tutor, uma das coisas mais importantes que precisa saber é que o seu amiguinho deve ser educado.

Os animais não aprendem as regras por conta própria.Por isso ele tem-no a si para ensiná-lo como deve ser feito.

A primeira regra é que o seu animal de estimação deve sempre obedecer. Independentemente de onde ele esteja, o cão deve sempre acatar as ordens de seu mestre.

Se o tutor der os comandos para que o cão se sente, se cale ou se levante, o cão deve obedecer.

Um bom tutor, quando sai para uma caminhada com o seu amigo peludo, leva sempre saquinhos para colocar as fezesde seu animal de estimação.

Também é desejável que o cão use uma coleira e também eventualmente um açaime, dependendo da raça.

O tutor do animal nunca deve incentivar o seu cão a ser agressivo com outros animais e, se você observar um comportamento agressivo para com um outro cão, você deve tentar evitá-lo.

Se você tem outras atividades para fazer, como ir a um supermercado, evite levar o seu cão consigo.

Os animais ficam muito stressados quando têm que esperar pelos seus tutores.

Em casa, faça com que ele esteja em segurança.Verifique se não existe a possibilidade de ele escapar por uma porta ou janela. Dessa forma, você evita que ele se perca ou venha a sofrer algum tipo de acidente.

Se o seu animal de estimação costuma andarconsigo de carro, o melhor é que ele vá numa caixa de transporte própria para o efeito ou no banco de trás do veículo, devidamente preso, evitando que se magoe em caso de travagem brusca ou acidente.

Se você tiver, por algum motivo, que deixar o seu cão sozinho no carro, faça-o num lugar seguro e sem luz direta do sol. Lembre-se que os cães, como muitas outras espécies, sofrem de insolação  e, se não tratada precocemente, pode ser fatal.

Monitore a alimentação e a rotina de exercícios

Cuidando dos cães

É importante cuidar

Uma nutrição adequada é essencial para que o seu amiguinho peludo se mantenha forte e saudável.Consulte um veterinário para planear a dieta do seu animal de estimação e escolha o melhor produto que se adapte às necessidades dele.

Leve o seu cão ao veterinário periodicamente.É melhor levá-lo a cada seis meses ou uma vez por ano. Cumpra com o plano de vacinação e siga todos os requisitos de higiene necessários.

O exercício físicoé muito importante na vida de um cão.É aconselhável levar o seu animal de estimação para uma caminhada pelo menos duas vezes por dia, especialmente se você viver num apartamento. No caso de não poder cumprir esta tarefa, contrate alguém ou peça a um vizinho ou familiar para o  substituir.

Fique atento à saúde do seu cão.Dependendo da raça, você provavelmente terá que tosquiá-lo regularmente.

Ele também tem que tomar banho pelo menos uma vez por mês, e você deve verificar as suas unhas e, se necessário, cortá-las para evitar qualquer acidente.

Finalmente, um pré-requisito para ser um bom tutor: o requisito principal, é que você seja um tutor responsável, que ame o seu animal de estimação.

Além de estar atento à sua saúde, higiene e nutrição, você deve brincar com ele e dar carinho.

Amar um cão é essencial para que ele seja mais sociável, se relacione melhor com os outros, humanos e animais, e para que ele se sintonize melhor consigo.

Desde dar um biscoito, até escová-lo com o seu pente favorito, ensinar-lhe novos truques, comprar alguns brinquedos ou elogiá-lo, tudo é válido para melhorar e fortalecer o seu relacionamento com o seu Patudo.

 

Gostaríamos de ouvir falar na sua experiência através da nossa página do Facebook.

A PetDoctorsaguarda por si e pelos seus patudos. Estamos em Lisboa, na zona do Alto dos Moínhos (Benfica), frente ao Hospital dos Lusíadas e podemos ser contactados através dos números: 21 581 3418ou 91 273 8413